Contabilidade Consultiva


A contabilidade consultiva eleva o planejamento futuro da empresa, ou seja, o que seus gestores esperam e preparam para o futuro, como por exemplo, o crescimento da empresa pode ser orgânico, que nada mais é do que a expansão de um negócio obtida pelo aumento da sua produção e vendas, em oposição a operações de concentração como fusões e aquisições.


É uma nova abordagem da contabilidade no contexto empresarial — um modelo em que o contador e o empresário passam a interagir de maneira mais estratégica, analisando dados conjuntamente para servir de base na hora de tomar uma decisão, e não mais apenas no contexto tributário.


Assim, a contabilidade consultiva pode ser considerada uma evolução da contabilidade tradicional. Seu papel é manter gestores e líderes informados sobre os aspectos contábeis mais relevantes da empresa, como planejamentos econômicos e financeiros, reforçando a gestão a partir de orientações e avaliações estratégicas.


Nessa nova dinâmica, a contabilidade atua como uma parceira das empresas, independentemente do seu segmento ou porte. Assim, o conhecimento dos profissionais da área é empregado não só para atender às exigências legais de escrituração e pagamento de tributos, mas para aprofundar o nível de entendimento dos gestores sobre o negócio, suas finanças e, assim, contribuir para o seu crescimento sustentável.